CHÁKRAS E ARQUÉTIPOS FEMININOS


Arquétipos femininos são figuras ou papéis psicoenergéticos vivenciados e influenciados pelo sistema de crenças do meio sóciocultural educacional e religioso e se encontram em nível do inconsciente coletivo das mulheres. Os diversos papéis vivenciados pela mulher contemporânea como o de mãe, filha, esposa, amante, trabalhadora, amiga, etc estão inseridos nesses arquétipos que ao mesmo tempo são nutridos pelo potencial energético e vital individual. Quanto mais consciente a mulher se torna da sua capacidade de autogerir e autogerenciar sua própria energia, mais facilidade terá em admistrar a demanda energética nos diversos papéis que exerce em sua vida. Este autoconocimiento lhe permite não se perder nos papéis, não lhe faltar energia para seus propósitos sem a perda desnecessária de vitalidade e se empoderar da múltiplas facetas que a a sua Feminilidade lhe oferece.

Alguns dos principais arquétipos da mulher moderna são:
A GUERREIRA: é o aspecto da mulher que cumpre suas rotinas de vida cotidiana em busca da sua sobrevivência ( saúde, alimentação, moradia) sua sustentabilidade e às vezes a da sua família, vai à luta e enfrenta os conflitos e dificuldades que a vida lhe apresenta. A energia provinda do primeiro Chakra lhe garante a vitalidade, a ancoragem, força e coragem para enfrentar seus desafios.

A DONZELA : é a mulher que expressa seu potencial de juventude independente da idade cronológica e desfruta dos prazeres e a beleza que a vida lhe proporciona sem medos nem culpas. Sabe que o prazer é um direito e tem relação com a capacidade de levar a vida com flexibilidade , vulnerabilidade e leveza. Desfruta dos relacionamentos interpessoais e da sua sexualidade de forma livre e sadia. A energia do segundo Chakra é fundamental para que a energia flua como as águas trazendo um equilíbrio entre a autoridade feminina e masculina, empoderando sua Feminilidade.

A RAINHA: é o arquétipo feminino que trás poder pessoal, autoconfiança e autoestima à mulher. Esta exerce seu papel de autoridade com segurança e generosidade e não arrogância, seja no trabalho, no círculo social ou familiar. Possui um brilho próprio e ainda é capaz de iluminar o seu redor. A energia do terceiro Chákra, proporciona o combustível para ascender e manter o fogo interno que mobiliza a Rainha.

A CURADORA: é o arquétipo feminino do aspecto cuidadora que toda mulher possui. Movida pelo instinto maternal que ultrapassa o papel da maternidade, a mulher com seu amor e compaixão é capaz de transmutar dores, doenças, emoções negativas e materializar a autocura, promovendo ainda a cura dos outros. A energia sutil do quarto Chákra nutre sentimentos e emoções elevadas despertando a Grande Mãe no coração da mulher.

A FADA: é o arquétipo da mulher com capacidade criativa e comunicativa, capaz de criar e recriar, inventar e reinventar tanto a própria vida como as situações externas.
O quinto Chákra é a fonte que fornece a energia necessária para a mulher ser única, exclusiva, original, criativa e expressiva.

A Sacerdotisa: é o arquétipo da mulher sábia que compreende o propósito da vida e da sua missão na terra. Com foco e determinação busca não se desviar dos objetivos. Sabe que o caminho do seu desenvolvimento nunca acaba e por tanto sempre está ativa nas jornadas interiores. Compartilha seus saberes e experiências e conduz de maneira amorosa o desenvolvimento de outras pessoas. O sexto Chákra lhe traz a energia de centramento, inteligência e a intuição necessárias para sua jornada.

A DEUSA: é o arquétipo da totalidade feminina. A busca pela integração de todos os potenciais que uma mulher pode ter. A mulher conectada com o espiritual que se realiza em todos os níveis compreendendo a importância disto. O sétimo Chákra é a energia que a conecta com a sua intuição e os planos superiores espirituais, onde através da sua intuição se torna um instrumento do divino na terra!
Anahata Devi- Lourdes Pedretti

Ovo-Yoni-Terapia e Pompoarismo Vibracional


O pompoarismo é uma antiga técnica de controle da musculatura vaginal que traz benefícios à mulher quanto à saúde, autoconhecimento e prazer sexual. Na ancestralidade cristais eram utilizados na Yoni como medicina. Este trabalho vibracional associa as técnicas do pompoarismo, exercícios de movimenta&ccdil;ão energética e a vibração do ovo de cristal introduzido na vagina, o que denominou-se pela autora de Pompoarismo Vibracional.

O que é o Pompoarismo Vibracional? Consiste numa prática que associa uma sequência de exercícios envolvendo posturas corporais, mudras, respiração, exercício de Pompoarismo e visualizações. A praticante realiza a sequência de exercícios junto ao uso do Ovo Yoni, introduzido na vagina e prescrito de forma individual, estimulando e potencializando ainda mais o efeito vibracional do cristal na Yoni. A vivência proporciona uma maior ancoragem, aumento da energia vital e sexual, elevação e distribuição da energia sexual e principalmente a elevação do padrão vibratório da Yoni, o que favorece a cura dos bloqueios energéticos. Pode-se dizer que consiste num Yoga Yoni. Criei esta vivência baseada nos meus conhecimentos e experiências nas áreas de yoga, Pompoarismo, Cristaloterapia, terapia tântrica tântrica e Sagrado Feminino.
O trabalho como um todo tras um autoconocimiento profundo e íntimo que valoriza ainda mais a feminilidade, a beleza e o prazer de ser uma Fêmea. Por outro lado o aumenta a vitalidade e libido, consequentemente o rejuvenescimento. Previne doenças urogenitais, fortalece a musculatura pélvica, reconecta de forma consciente com a Mãe Terra, despertando a Sacralidade da Yoni e o sentido Sagrado de Ser Mulher.

Programação:

♦ Yoni: Portal Sagrado
♦ Pompoarismo, origem, benefícios, reconhecendo a Yoni (anatomia), programa de exercícios de 3 semanas, uso de acessórios vantagens e desvantagens. ♦ Importância e técnicas da estimulação clitoriana e ponto G.
♦ Ovo-Yoni terapia, origem, benefícios, tipos de cristais e critérios de escolha, tamanhos, programa de limpeza, energização, programação e proteção energética da pedra, utilização da pedra (duração). Uso passivo e uso associado ao Pompoarismo Vibracional. Colocação e retirada do ovo no mesmo dia.
♦ Exercícios principais do pompoarismo tradicional sem Ovo Yoni.
♦ Exercícios do Pompoarismo Vibracional após colocação do ovo Yoni, no mesmo dia é possível sentir o efeito de energização da Yoni, aumento da ancoragem energética e a limpeza dos chakras básicos.
♦ Benção Yoni-Terra, Miranda Gray (Técnica de elevação do padrão vibratório da Yoni), para resignificar e elevar a vibração da Yoni


Valor: 450 reais sendo pago 50 % da parcela na inscrição e 50 % no dia do workshop.

Inscrições e informações
Com (14) 99711 6233 Mari Kali / lourdespedretti@hotmail.com

Inclui um ovo de cristal já preparado e pronto para o uso e apostila. Acompanhamento grupal e individualizado durante um mês após o curso através de WhatsApp. Prescrição dos próximos cristais a serem utilizados por cada uma.

Inscrições Antecipadas com preenchimento de um questionário básico de saúde da mulher para escolha da pedra.
www.artedafeminilidade.com.br

Política de desistência:
Em caso de desistência do participante, reembolso de 75% do valor total, desde que comunique com 07 dias de antecedência; Com menos de 48 horas de antecedência, não haverá reembolso; Neste caso, pode transferir a reserva para outro participante ( desde que haja um motivo de força maior ).
Em caso de não ser atingido o nº mínimo de participantes fica garantido o direito de cancelamento do curso, mediante a devolução dos valores já pagos.


Agenda dos Workshop de 2017

Fevereiro 2017
12/02- Bauru e Região
18/02- AMPARO SP e Região de Campinas

Março
11/03 São Paulo (Av Paulista)
17/03 Buenos Aires- Argentina
25/3- Turma I Brasilia
26/3- Turma II Brasilia

Abril
23/04- Asunción Paraguay

Maio
27/05- Rio de Janeiro

Junho
25/6- Ribeirão Preto

Julho
29/07 - Belo Horizonte

Agosto
05/08 - São Paulo
26/08- Juiz de Fora MG

Setembro

02/09- Porto Alegre


Ainda com datas a confirmar em: Curitiba, Goiania e Chapada Diamantina -Bahia.


Informações: Mari Kali (14) 99711 6233

Ovos Yoni Terapia


Também conhecida por Gemas/ Ovo mineral/ Yoni “Eggs” é uma prática de cura feminina de tradições matriarcais como por exemplo, o Taoísmo, com intuito de tonificar os músculos vaginais e aumentar assim a energia vital o que leva ao rejuvenescimento e à elevação espiritual . Esta prática, cuja origem se perdeu no tempo é oriunda da velha China e sempre foi mantida em segredo. Mais recentemente, foi praticada nos palácios reais e somente ensinada às imperatrizes e concubinas do imperador. Mulheres de tribos indígenas como os maias no México também utilizavam estas práticas. O jade e a obsidiana eram as pedras mais utilizadas na antiguidade.
O períneo é uma área por onde a mulher facilmente perde energia, especialmente com o passar dos anos. O músculo PC (Pubococcigeno) é um músculo forte que sustenta a base do nosso corpo, mas quando não exercitado vai ficando flácido ou frouxo deixando que a energia vital escape do corpo, fazendo com que a mulher sinta um esgotamento e cansaço muitas vezes crônico. Nos meus cursos geralmente podemos ter o diagnóstico da flacidez na região íntima unindo os dados da anamnese com o resultado obtido na colocação do ovo no mesmo dia. Isto permite que o trabalho seja focado para as necessidades individuais da mulher.

Na atualidade, tanto o exercício com o ovo como o uso de acessórios do pompoarismo tradicional, trazem melhora à saúde íntima da mulher, pois o fortalecimento muscular fornece mais energia ao músculo PC. Porém muitas mulheres desenvolvem rejeição ao corpo extranho de material sintético dos acessórios convencionais, o que não ocorre com o ovo de cristal, havendo uma aceitação e intimidade natural entre este elemento da natureza e a natureza feminina do corpo. O Ovo Yoni não somente é capaz de fortalecer a musculatura íntima feminina como também, a vibração emitida pelo cristal de quartzo, potencializa a elevação da energia sexual da base do corpo para o alto. Muda o padrão vibratório principalmente dos centros energéticos femininos fazendo com que estados psico-energéticos, físicos e mentais também mudem de vibração densa para mais sutil. Se a musculatura íntima estiver forte e com vibração elevada, não haverá perda de energia, como haverá mais energia disponível para ser transformada em energia espiritual.
Outros benefícios que podemos verificar são: equilibra os hormônios, desobstrui bloqueios na fáscia da área genital interna, desbloqueiam as trompas de Falópio, fortalece os órgãos, aumenta a lubrificação vaginal, reduz cólicas e dores abdominais durante a menstruação, prepara a musculatura para o parto normal e recomendado também para o reparo muscular pós-parto, previne a incontinência urinária e o prolapso uterino, ajuda a manter normal o nível de PH da vagina, previne flacidez útero, bexiga e reto, coadjuvante nos tratamentos de fertilidade, amenizam os sintomas da menopausa, faz massagem de reflexologia no canal vaginal. Aumenta a conexão com o chákra raiz e o sexual.

Efeitos psico-energéticos e espirituais

O ovo de cristal de quartzo tem vibrações que potencializam a cura devidamente intencionada pela praticante. De acordo com a necessidade individual o ovo pode acalmar, aquietar, acelerar, tranqüilizar, centrar, aterrar, focar, ativar a energia etc. Transforma ou amplia a relação da mulher consigo mesma. Aumenta a autoestima feminina e íntima. Intensifica ou melhora a relação com o corpo e a sexualidade. Desperta e aumenta a energia sexual feminina e a reconecta com a Mãe Terra. Aumenta a libido, a excitação e quando associado a trabalhos específicos, a intensidade dos orgasmos. Retira bloqueios energéticos dos registros de traumas e crenças limitantes. Aumenta o potencial de meditação. Experimente meditar quando estiver fazendo uso do seu ovo. Com o tempo, a meditação se torna mais profunda levando à insith de reconexão ancestral da sexualidade sagrada. As pedras são portadoras de registros da terra, portanto é possível acessar memórias ancestrais e trabalhar a liberação energética e a cura não só de si mesma como da linhagem feminina. Protege energeticamente a mulher contra energias negativas vindas do parceiro numa relação sexual, limpando a energia inclusive do parceiro. Os cristais dissolvem e purificam memórias negativas de violência, abortos e traumas uterinos.

Os efeitos são maravilhosos porém a escolha da pedra deve seguir critérios muito rigorosos de escolha e prescrição individual, assim como a forma e o tempo de uso e a associação de exercícios do pompoarismo vibracional que potencializam o efeito. Um cristal de quartzo mal escolhido também é capaz de potencializar doenças já instaladas! Nunca escolha um cristal como quem escolhe um sapato!

Yoni - Portal Divino


A Yoni (vagina em sânscrito) é um santuário Sagrado ou Portal Sagrado. É a bela porta de entrada através da qual a energia da Terra entra em nosso corpo, a porta através da qual emerge a vida e através da qual nos conectamos com a terra. A Yoni une o mundo externo com a escuridão e o centro espiritual que é o nosso útero e nos enraíza com a terra. É o santuário físico da Divindade Feminina em seu aspecto mulher jovem, adulta, mulher madura e anciã.

Com tantas mulheres inseguras no mundo moderno, o significado de ser mulher e “feminina” foi nos desconectando de nossa Yoni. Já não a vemos como um belo símbolo da feminilidade. Também não a vemos como uma fonte de adoração espiritual, sensual e sexual, nem como uma fonte de empoderamento feminino. Com a Yoni alienada temos perdido nossa conexão com a Mãe Divina, com a sexualidade, a abundância, a força, a criatividade e o amor.

Extraído da apostila de Iniciação da Benção Earth-Yoni. Miranda Gray
Obra prima de Viviane Mendes

Vagina, Útero e Ovários


Vou falar sobre o significado da vagina, útero e ovários, pois tenho visto cada vez mais afecções principalmente nestas partes femininas. A relação meta física das mesmas ajudam a compreender melhor as afecções e mergulhar no próprio universo feminino em busca da verdadeira cura da energia feminina, o que também possibilita a cura da sua linhagem feminina....

A Vagina é o lugar a partir da onde surgem os sentimentos e emoções das mulheres à respeito da sua sexualidade e do relacionamento amoroso. Daqui nasce a culpa, a vergonha, o medo, as inseguranças, a falta de autenticidade, e lembranças dos abusos sofridos no passado.

Útero e ovários representam o Lar interior.

Os Ovários são o símbolo mais direto da condição feminina, por tanto, problemas aqui manifestados dizem respeito a conflito que aflige muito profundamente à mulher, no centro do seu próprio ser. A presença de cistos ou fibromas representa a falta de prazer, falta de interesse pela sexualidade, ou por ela mesma, ou que estes aspectos fiquem sempre num segundo plano da mulher na vida da mulher.

O Útero é o Lar interior onde se resguarda a intimidade da mulher, representa a criatividade feminina e o relacionamento conjugal. Muitas vezes uma patologia no útero representa a perda de vontade de fazer amor, repressão e magoas de relacionamentos, dependência emocional de alguém a tolhe em sua criatividade e também quando a mulher deixa de fazer aquilo que gosta e do jeito que gosta.

Resumidamente, como útero e ovários são o Lar Interior da mulher, cistos e tumores aqui presentes representam solidificações de atitudes mentais que tem se acumulado durante um certo tempo e que obstaculizam o movimento para frente. Mesmo fazendo parte do passado, por causa da aderência energética inconscientemente o vínculo com este passado permanece, pois são memórias que cristalizadas no corpo e ativadas com as vivências do presente!

A verdadeira cura por tanto ultrapassa o nível físico, pois memórias energéticas ali contidas não são retiradas nos procedimentos apenas físicos. A cura da energia feminina é muito mais ampla e contamos com inúmeros recursos para tal.

Lourdes Pedretti (Anahata Devi)

Fontes:
Serrano, Ana Silvia: “Osíris- El huevo de Obsidiana, sanación de la energía femenina. Ediciones Continente.
Cairo, Cristina: Linguagem do Corpo. Mercuryo

Benção do Útero e Cura do Útero



O útero é o maior centro de energia feminina! Nele se concentra o Poder Feminino pois é nosso centro de abundância, espiritualidade (intuição), criatividade, sexualidade, sensualidade e fertilidade!!! Energizar nosso útero é como fertilizar a Terra para dar bons frutos! As técnicas de Benção e cura do útero tem este objetivo! Trazer energia nova para tantas funções do nosso Útero.
Estas duas técnicas energéticas de cura feminina preconizadas pela inglesa Miranda Gray (www.wombblessing.com): Benção do Útero e a Cura do Útero são presentes de profunda energia transformadora do Sagrado Feminino para as mulheres uma vez que:
- Expande e fortalece nossa conexão com o Sagrado Feminino e nossa consciência de sua presença, auxiliando-nos a trazer essas energias para o Mundo. - Ancora e aterra a presença do Sagrado Feminino.
- Completa-nos, trazendo à alma feminina de volta para casa.
- Confirma e valida nossa feminilidade, nossa percepção de quem somos realmente e a liberdade de sermos fêmeas em todas as suas maravilhosas expressões e arquétipos.
- Desperta, energiza e cura os 3 centros de poder femininos (não são os Chákras). Cura os padrões profundos de nossa ancestralidade e nosso passado, liberando aquelas almas que ainda se prendem a nós, trazendo poder, amor, beleza, pureza e graça.
- Equilibra o ciclo menstrual irregular ou “raivoso”, estabilizando também a sensação de quem somos.
- Traz completude para quem não tem mais ciclo menstrual.
-Também indicado para mulheres que querem engravidar, que apresentam alterações em útero, ovários, alterações hormonais, e outros.
A Benção do útero pode ser aplicada em ritos de passagem na vida da mulher como primeira menstruação, gravidez, menopausa, casamento, divórcio, aniversário, etc.
A Benção do Útero pode ser aplicada tanto de forma individual como uma terapia feminina, como em grupo conduzido por uma Moon Mother, que é a pessoa credenciada e iniciada para canalizar esta energia de cura do Sagrado Feminino. Somente pode ser aplicada uma vez ao mês.
Cinco vezes ao ano e em lua cheia, acontecem a sincronização mundial onde mais de 80.000 mulheres de 120 países participam da Benção do Útero mundial, canalizada pela Miranda Gray e as mais de 1000 Moon Mothers espalhadas em diferentes países. É um presente às mulheres que queiram participar e para tal, somente é necessário fazer a sua inscrição no site antes da data agendada. A transmissão é feita em 4 horários do dia e não tem custo. Há a possibilidade também de se participar desta sincronização mundial, em círculo de mulheres, conduzidos por uma Moon Mother. Isto é uma grande benção para o grupo e a sua cidade.
A Cura do Útero não tem restrição, podendo ser semanal ou conforme a necessidade de cada mulher. A Cura do útero é um excelente preparo para receber a Benção Individual ou Mundial do Útero, é utilizado também, para amenizar os efeitos da fase de integração de uma benção que dura 28 dias! Essas terapias femininas, tem trazido inúmeros resultados somando e potencializando meus trabalhos de desenvolvimento feminino. Sou uma das Moon Mothers no Brasil, formada e iniciada pela Miranda Gray.
Cuidar de si mesma... um super presente para o seu feminino...
Bênçãos pureza e graça!

Lourdes Pedretti

O QUE É ARTE DA SENSUALIDADE?

A arte da sensualidade em sua essência são conhecimentos milenares que ajudam à mulher a despertar sua sensualidade natural, encontrar seu estilo próprio, liberar bloqueios (medos, vergonha, timidez, complexos, etc), estabelecer maior e melhor contato com seu corpo, aumentar a autoconfiança e a autoestima, desvendar seu poder pessoal, atrair um parceiro ou melhorar a relação com seu parceiro.

Atualmente, no mundo moderno este conhecimento sofreu uma degradação sendo utilizada somente para sedução erótica ou mesmo associada à pornografia e assim a sensualidade que a mídia nos mostra geralmente é vulgar e “suja”. Obviamente, a maioria das mulheres não querer ser vulgar e muito menos, ser taxada como tal! Além do que se desconhece que é possível sim sutilizar a energia feminina e dar lugar a uma sensualidade sutil, refinada e delicada que é inerente e característica da feminilidade que toda mulher tem em potencial.

Quando surge a verdadeira sensualidade é quando podemos realmente nos revelar e nos despir primeiramente de nossos prejuízos, medos, complexos, vergonha, inseguranças, falsas crenças do que realmente somos ou do que podemos ser e assim permitir que nossa energia feminina se expresse em plenitude e assuma todos os seus poderes!!!! Toda mulher tem o potencial não somente de “Aparentar” ser feminina e sensual e sim de se “Sentir” sexy, sensual, livre, bela, jovem, alegre, amada, desejada, admirada, conquistada, magnética e atrair positividade para sua vida!

Para esta finalidade é que as antigas sábias de diversas culturas (indiana, egípcia, gregas, celtas, gueixas, etc..) praticavam a arte da expressão feminina de maneira sistemática somente entre as mulheres e com propósitos elevados em suas vidas.
Hoje nós podemos resgatar nossa feminilidade e sensualidade verdadeira, aprendendo com as técnicas ancestrais e modernas a “Etiqueta Energética” do universo feminino e além disto, indiretamente ainda aumentar o autoconhecimento e a autoconfiança possibilitando ampliar o sentido e a alegria de SER MULHER!
Mulheres desta Nova Era!!! Vamos ampliar nossa consciência feminina e acrescentar às qualidades que já possuímos (inteligência, competência profissional, força e determinação) o toque mágico da fe­mi­ni­li­da­de e sensualidade!!!

Lourdes Pedretti

Maquiagem social vs Maquiagem energética e sagrada


A maquiagem é uma das vivências femininas mais antigas da humanidade. Nossas ancestrais utilizavam esta prática em rituais sagrados de reconexão com o divino. Hoje quando a mulher a utiliza de forma consciente, esta prática milenar feminina trás uma mudança na sua energia feminina. Muitas mulheres modernas abandonaram esta prática e isto tal vez seja por ter se perdido o real sentido da mesma, no entanto àquelas que ainda a utilizam mesmo que de maneira social e inconsciente poderiam ainda aproveitar muito mais dos seus benefícios e influências positivas na vida feminina.
A maquiagem conhecida e utilizada pelas mulheres, também chamada por nós de Maquiagem Social, é aquela que valoriza a os atributos da beleza feminina seguindo padrões estabelecidos para realçar o que a mulher tem de belo ou esconder os “defeitinhos”. Geralmente ela segue as tendências da moda e a praticante a executa de forma técnica de acordo com o gosto próprio utilizando cores e tendências ditadas pela mídia em determinadas épocas. A mulher que curte e usa maquiagem sente-se mais bonita, autoconfiante e rejuvenescida. Já a maquiagem energética visa ir além do contato coma beleza física e permite um mergulho interno colocando à praticante frente à própria beleza interna pois atua não somente no nível físico e sim no energético, emocional, mental e espiritual.
Ela é feita com consciência, com intenção, com reverência, criatividade, sem padrões pré determinados e feita pela própria pessoa. Nela cada cor, traço, símbolo ou desenho utilizados, tem uma representação interna ou a intenção de se despertar algo.
Quando a maquiagem é praticada desta forma e com regularidade induz a mulher a reconexão com o Sagrado do seu Ser.
A mulher faz uma homenagem à deusa interna e ainda presenteia o seu redor com a sua beleza única, individual e não padronizada.
Promove também a autovalorização, autoestima feminina, e aos poucos aumenta a compreensão da tarefa cósmica feminina.
Desperta a Criança Interior, remetendo-a aos tempos de menina, época onde já se mantém o primeiro contato com esta prática feminina de forma lúdica.
Respeita os ciclos de vida da mulher, valorizando o belo e a missão da mulher em cada fase. Desta forma cada fase tem sua beleza que precisa ser exteriorizada e a maquiagem energética pode auxiliar a ressaltá-la.
Há mulheres que nunca ou pouco tiveram contato com a prática feminina da maquiagem, outras a abandonaram em alguma fase ou até ao longo da sua vida. Muitos fatores podem influenciar nisto como: os socioeconômicos, falta de tempo, falta de estímulos, influencias sociais e religiosas, associação à futilidade, etc. No entanto a perda total do sentido real desta vivencia e dos benefícios mais profundos que proporciona à mulher, pode ser o fator principal deste afastamento.
Ao mesmo tempo há mulheres que gostam e utilizam esta prática, mesmo que de maneira inconsciente, quando elas passam a conhecer seus segredos e benefícios mais profundos, sentem-se realizadas, felizes e com a sensação de que acharam algo que nunca imaginaram encontrar.
A missão de nossos cursos que utiliza esta prática é despertar na mulher o real sentido desta vivência, incentivar o uso da mesma para que a mulher a utilize como uma vivência única e criativa que a auxilia no desenvolvimento da consciência feminina.

por Lourdes Pedretti

Vida a Dois


A convivência entre duas pessoas com certeza é bastante complicada, uma vez que somos todos diferentes por natureza intima.
Essa diferença é um dos motivos que nos atraem para a outra pessoa, pois temos a necessidade de complitude.
Nascemos com certeza necessitados de um complemento divino, alguém que possa dar a nós aquilo que achamos que nos falta.
As qualidades que um tem falta ao outro ou ficou camuflada interiormente, sem ser exteriorizada e trabalhada.
As pessoas às vezes confundem complemento divino com alma gêmea, e são duas coisas distintas uma da outra, pois no caso da alma gêmea são pessoas que tem os mesmos gostos, pensam da mesma forma e é igual a você, por isso o termo alma gêmea.
Exatamente por achar que são tão parecidos que se atraem e vão viver eternamente sem problemas.
Gostam das mesmas coisas e acreditam que por isso vão estar sempre bem, nunca vão brigar, divergir em opiniões e pensando assim a vida seria um mar de rosas e serão felizes para sempre. Mas não é assim que acontece, pois se são tão parecidos assim nas qualidades, podem ser também em relação aos defeitos.
Normalmente não gostamos de alguns defeitos nos outros e com certeza são os que temos e não queremos ver.
O não querer ver está relacionado ao fato de que normalmente, foi motivo de crítica e cobranças pelas pessoas de nosso convívio.
Ninguém gosta de ser cobrado e criticado, então criamos resistência em entrar em contato com aquilo.
É natural que isso aconteça, pois ao sermos cobrados e criticados pelos outros sempre nos defendemos, para fugir das punições que poderiam acontecer.
Os problemas das relações a dois são resultantes dos nossos medos e atitudes direcionadas pelo passado, pela magoa e por tudo que nos marcou. Essas marcas tornam as coisas muito assustadoras para nós.
A vida não pode nos dar a decisão de ficar adultos. Só acontece com uma decisão que vem de dentro e temos que aprender a definir o que é ser adulto.
Isso não pode partir de qualquer outra pessoa, pois tudo o que é imposto é rejeitado.


Às vezes a pessoa até já ajudou os outros a encontrar o adulto dentro dele, mas não usou isso para si mesmo, porque não tomou a decisão de amadurecer.
Isso vem do fato de não ter digerido algumas coisas ainda. Vamos conseguir ao decidir não mais ser criança, fingir e disfarçar.
É preciso jogar limpo e serio, pois as consequências só nós vamos sentir.
Só quando começa a doer fazendo mau, resolvemos tomar uma atitude. Então o sofrimento e o ódio podem acordar a pessoa pra fazer por si mesmo.
A criança não quer fazer porque espera de Deus, do amigo, dos pais ou do governo (é a coisa infantil dentro de nós). É alguém que se sente menos porque não consegue fazer por si.
A pessoa só se resolve quando as coisas mais difíceis vêm à tona, a mente toma conhecimento, entra em contato e quer perceber e resolver.
A vida nos mostra, mas quando não queremos ver não adianta.
Até então começamos a atrair muitos desencontros, desacertos, medo, inseguranças, entraves e bloqueios, que atrapalham a pessoa.
Então ela não flui bem em sua vida. Quando a pessoa quer se resolver ela reconhece e resolve se olhar.
Estabelece uma auto-análise pra discernir, onde está errado e tem a coragem de assumir para os outros e pra si mesmo.
O que importa é o meu compromisso diante de mim, não é nem dos outros nem de Deus.
Não é Ele que cobra, mas é a necessidade minha de que as coisas se resolvam pra que os problemas não aconteçam mais, com tanta freqüência como antes. É preciso resolver pra vida poder fluir.
Se eu faço curso e procuro a melhora, assumi um compromisso comigo, por ter ido buscar algo melhor para mim.
Quando apenas me cobro e não tomo atitude, eu me decepciono comigo e me sinto muito infantil. Então começo a me punir por não ter feito.
Às vezes uso desculpas pra não assumir... Minto pra mim mesma e faço tipo para os outros. Então a vida pega minha mentira e joga contra mim mesma, só pra ver se eu acordo.


Quando eu me assumo e fico do meu lado a vida me apoia e fica tudo mágico. Em primeiro lugar temos que ter um firme propósito ao entrar num curso para fazer nossa melhora.
Se eu assumir vou entender, assimilar e usar. Mudanças incríveis vão acontecer em minha vida e muito rápido.
A prosperidade exige que eu me estabeleça metas altas, mas possíveis de serem atingidas pra que eu possa fazer tudo pra conquistá-las.
Estabelecer algo alto demais, vai fazer com que eu arrume desculpas para justificar o fracasso.
Eu me torno criança e imaturo, quando sei que algo é bom e não uso. Deus sabe que eu sei, então não vai ajudar em nada porque eu mesmo posso fazê-lo.
Ele só ajuda quando não posso fazer por mim, então ele me auxilia dando intuição para eu agir correto.
Às vezes começo a agir pelos vícios que adquiri ao longo da vida e não mudo, nem admito que não é mais o meu melhor.
Chega de ter medo, insegurança, de não querer assumir-se por medo de errar, deixando que a vaidade fale mais alto.
Como é que os outros vão me encarar se eu errar?... Como eles vão me cobrar e me criticar? Eu não vou agüentar a auto-crítica. Vou me estrangular por dentro...
Uma coisa importante é ver as verdades que existem dentro de nós, encara-las e assumi-las. A primeira coisa que devo querer ver é a mentira de que eu amo a vida, quando na verdade tenho ódio dela e dos outros.
A maioria das pessoas acha que a vida é difícil que é um enigma, desampara as pessoas e que há injustiça em tudo. Por isso temos medo do amanhã.
Isso por que nos sentimos incapazes de controlar tudo. Esta incapacidade de controlar as coisas nos torna inseguros... Isso faz sentido, pois só me sinto seguro naquilo que posso segurar e controlar.
Por isso temos necessidade de estar no controle de um relacionamento a dois, por medo de que se eu não puder segura-lo ele vai escapar, vai embora.
Essa sensação de insegurança faz com que passemos a querer dominar a outra pessoa pra que ela ceda à nossos desejos, fazendo nossas vontades.
Queremos na verdade que ela sinta que somos muito necessários em sua vida, a ponto de não poder viver sem a nossa companhia.


Ao mesmo tempo criamos um envolvimento com a pessoa, mas também a estamos sufocando com nosso amor e nossa necessidade de comandá-la.
Isso faz com que ela sinta uma dualidade de emoções em nossa companhia...
Ao mesmo tempo, que ela fica envolvida pelo nosso carinho e atenção, sente-se sufocada pelo exagero de nossas atitudes em relação a ela.
Às vezes esse sentimento toma conta de nosso ser, a ponto de estarmos nos anulando por causa do outro e nossa vida perdeu completamente o sentido porque vivemos em função do outro.
Se perdermos essa pessoa, temos vontade até de morrer e só não fazemos uma besteira, pois sabemos que não é correto e teremos mais problemas ainda.


Se soubéssemos como esse ódio da vida influi no relacionamento com as pessoas.
À medida que não me vejo e não encontro a verdade em mim, também não conseguirei ver a verdade do outro, pois não terei olhos pra ver a verdade em nenhum lugar.
Não combina com os meus padrões enxergar o melhor dos outros, pois não aprendi ver o melhor da vida.
Acho que a vida é um perigo, então passo a achar que as pessoas não são boas ou confiáveis.
Minha vida se torna pobre afetivamente, profissionalmente e emocionalmente.
Quando não me dou uma chance para acreditar que a vida é boa, como vou acreditar que a minha vida ao lado do outro também pode dar certo.
Deixo então o ódio da vida e me abro para ver o melhor de tudo e de todos.
Quando procuro o melhor no outro, vou me sintonizar com esse melhor que existe por si só no mundo.
Mesmo que essa pessoa seja ruim com todos, para mim ela vai demonstrar sua bondade, pois através da confiança que depositei nela, consegui me sintonizar com o melhor dela.
Isso acontece porque estou no meu melhor e quando assim é, vou me sintonizar com o melhor de todo o mundo.
A relação entre pessoas na verdade é uma troca, então quando consigo me doar sem limites e sem esperar retorno, ele acontece espontaneamente.
Quando supero o medo de me doar e falar dos meus sentimentos, sinto-me de bem com a vida e me abro com confiança para um novo amor, sem medo não dar certo, pois me ocupo com o momento sem apego ao resultado.
Quando não crio expectativas e não alimento ilusões, não vou atrair desilusões que vão tirar o meu animo e alegria de viver.
Quando me desiludo acabo por afastar o entusiasmo pela vida. É como se eu tivesse cortando o fio que me prende vivo aqui na Terra e já começasse a morrer internamente. Então começo a atrair doenças de toda a sorte.
Desencadeio a mágoa que atrai problemas de estômago, por não digerir os acontecimentos, ou outro tipo de doença, pela degeneração interna que atraí por conta de ter acalentado sentimentos ruins que nos destroem por dentro.
Quando a pessoa resolve acabar com o ódio dentro de si, ela pode começar a fazer uma renovação interior muito grande e começa uma fase de renascimento interior.
Então desencadeia um processo de cura, pois quando substituo o ódio por amor, posso me curar. A auto-cura está ligada ao fato de começar a me aceitar como sou e respeitar-me do jeito que estou no momento.
Quando me respeito, estou respeitando a individualidade que existe em mim, sabendo que ninguém é igual a ninguém. Só tomo consciência disso no convívio com as outras pessoas.
Se eu me sentir agradecido ao outro por ter permitido esse confronto, vou saber que eu sou diferente, então vou passar a me aceitar e a aceitar o outro.
Então tudo começa a se encaixar, pois comecei a aceitar a vida e me aceitar... A partir de então me torno pronto pra viver um novo amor...


Jandira Moraes

Uma semente chamada Feminino


Nós sabemos que pequenas plantas ou até mesmo grandes árvores estão guardadas em sementes. A semente é forte, resistente e completa por si só. Ela se sente realizada por ser aquilo que é, e isso a basta. Vivendo como semente não imagina as possibilidades que sua vida a reserva, aliás, como poderia saber? Ela expressa o que aprendeu apenas. E assim vive sua fase de semente. Em um dia, quando ela está pronta, acontece o inesperado – a mudança. E a mutação a faz germinar e virar algo maior, sua expansão. A transformação da semente, agora em uma belíssima árvore, sucede naturalmente e sem nenhum trauma, afinal está pronta. Acreditar e se permitir a fizeram evoluir. Entretanto, se pensarmos em uma pedra o resultado não seria o mesmo, falta potencial. A árvore já existe dentro da semente e só falta um impulso. Há procedimentos e compreensões que nos permitem ter acesso aos nossos recursos interiores. Um sublime processo de transformação advém da coragem de mudar. Somos seres miraculosos, cheios de mistérios e com um destino em comum – a busca da semente dentro de nós, o desejo da felicidade. A grande realização das mulheres felizes consiste no encontro com o seu verdadeiro ser. Mas atualmente parece não existir mais essa alegria e paixão pela vida. Mulheres tornaram-se tristes, irritadas e competitivas. Esse parecia ser o caminho certo a seguir, usar a força, agressividade, palavrões, o grito. Nosso espelho de sucesso estava sendo baseado na energia masculina. E como agir para ser líder, durona, impor respeito? Os novos papéis estavam sendo exigidos e a mulher precisava mostrar que era boa como filha, irmã, esposa, mãe, e agora também ótima profissional. Mas e o papel de ser mulher, de sermos nós mesmas? Quanto mais atuamos mais responsabilidades criamos. Ser mulher acabou sendo deixado de lado para agradar aos outros, nossa semente feminina se perdeu e se transformar em árvore acabou ficando cada vez mais distante. Uma vida sem flores, monótona e sem cor, repleta apenas de responsabilidades. Sua vida, porém, não é apenas isso, falta explodir a casca da semente. A mudança que falta à sua vida é a busca de seu próprio ser. Permitir-se evoluir é a resposta. Nada surge do nada, tudo está dentro de você. Encontrar a felicidade é encontrar a si mesma, o gérmen da árvore de dentro de você. Existe em todas nós uma energia feminina que é possível exibir atributos e poderes. A força e a resistência deverão ser transformadas em flexibilidade, suavidade e graça. A rocha é constante, mas a vida é fluida, nossas emoções deveriam fluir como a água, contornando os obstáculos e seguindo seu curso. Chegou a hora de abraçar e reverenciar a sua feminilidade. Buscar energia e coragem para a auto realização, ver a vida pelos mesmos olhos e com outro olhar. A mulher ao resgatar suas qualidades femininas se tornará plena, feliz e integrada com a totalidade, uma pessoa consciente que se respeita e se valoriza e encontra dentro de si um princípio divino, um sagrado feminino. Sentir que você se ama como mulher, ter a certeza que você é a árvore mais linda e a flor perfeita a fará encontrar novamente o entusiasmo de sua juventude. Porque você mulher já é perfeita apenas necessita se observar.

Erica Sitta